Apresentação geral da coleção “Filosofia”.

A Biblioteca Digital da UNESP, inserida no âmbito de uma iniciativa já há bom tempo compartilhada por um sem-número de instituições em todo o mundo, disponibiliza ao estudioso, investigador, docente, estudante, leitor, a coleção intitulada “Filosofia”, cujo conteúdo será gradativamente formado por um expressivo volume de obras constantes dos ricos acervos das bibliotecas de várias unidades da instituição, conteúdo que, face às novas contínuas inserções a enriquecê-lo, tem de saída um crescimento potencialmente ilimitado. Seja em quantidade, seja em qualidade ― e, em tal caso, quer do ponto de vista do conteúdo dos títulos desde agora nela presentes, quer do ponto de vista das representatividades autoral e temática expressas por estes mesmos títulos ―, tal coleção de pronto desponta como um indispensável instrumento de trabalho para aquele que não possa prescindir de semelhante material ou que dele almeje aproximar-se.

Em função das restrições estabelecidas pela legislação brasileira específica atinente aos direitos autorais [“Lei nº 9.610”, de 19 de fevereiro de 1998, e “Lei no. 12.853”, de 14 de agosto de 2013], as obras hoje constantes da coleção “Filosofia” da Biblioteca Digital da UNESP cobrem um arco temporal cujo terminus ad quem é por ora o ano de 1923, marco que, porém, em tal caso tão fluido quando a passagem do próprio tempo, torna-se outro a cada novo ano. Com isto, as próximas inserções poderão cobrir um limite temporal gradativamente mais amplo.

Do ponto de vista classificatório temático mais geral, as obras aqui reunidas podem ser todas alinhadas no âmbito da rubrica “Filosofia”, inda que uma ou outra não seja caracteristicamente filosófica. Nesta rubrica, os títulos progressivamente dados a público serão abrigáveis em subrubricas que respondem por uma tradicional divisão da própria filosofia. É assim que, por exemplo, no âmbito da “história da filosofia” serão encontradas obras de história da filosofia antiga, medieval, renascentista e moderna, atinentes a diferentes conteúdos temáticos filosóficos. Simultânea e inversamente, no âmbito da “Epistemologia”, “Estética”, “Ética”, “Filosofia das Ciências Humanas”, “Filosofia das Ciências Naturais”, “Filosofia Moral”, “Filosofia Política”, “Lógica”, “Metafísica”, “Teoria do Conhecimento” serão por sua vez encontradas obras de diferentes períodos históricos.

Do ponto de vista linguístico, os títulos a serem progressivamente apresentados ao público especializado e ao público em geral distribuir-se-ão por ao menos seis línguas vivas; a saber: o alemão, o espanhol, o francês, o inglês, o italiano e o português, e, neste último caso, o de Portugal e o do Brasil. Afora estas, também por ao menos duas línguas mortas; a saber: o latim e o grego antigo.

Relativamente às edições em que figurarão tais escritos todos, ter-se-á o cuidado de não incluir na presente coleção aquelas sobre cuja qualidade perdurem sérias dúvidas ou certezas negativas já tenham sido formuladas por especialistas nas respectivas áreas ou autores.