Atlas de sensibilidade ambiental ao óleo


Este Atlas originou-se da criação, na UNESP – Rio Claro, de um grupo de trabalho voltado para estudar a sensibilidade ambiental dos ecossistemas litorâneos a derramamentos de petróleo. Tal grupo desenvolveu o projeto no âmbito do Programa de Formação de RH em Geologia e Ciências Ambientais – PRH 05, apoiado pela Agência Nacional do Petróleo e Biocombustíveis – PRH/ANP e vinculado ao Centro de Geociências aplicadas ao Petróleo – UNESPetro, com o envolvimento de professores, pesquisadores e estudantes. O mapeamento foi executado entre 2006 e 2010, sendo a integração das cartas e a editoração concluídas em 2013, com a publicação nesta biblioteca digital em 2014. A apresentação do feixe essencial desta obra – embasamento metodológico, 128 cartas SAO (121 operacionais e 7 táticas), análise dos padrões de sensibilidade de diferentes segmentos do litoral paulista, síntese e recomendações - é precedida por importante sequência de textos curtos de diferentes autores, que tratam de temas essenciais à temática do projeto, tais como origem, desenvolvimento e importância das cartas SAO, as características do litoral paulista, suas praias, costões e manguezais. As cartas SAO contidas no Atlas são também disponibilizadas separadamente para facilitar sua plena utilização.


Link para o Atlas