Literatura


O texto literário muitas vezes registra e permite a identificação das marcas do momento em que foi escrito bem como nos traz informações sobre o modo de viver e pensar em determinado grupo, período ou espaço geográfico. Sob esta ótica apresentamos aqui conjuntos de obras literárias agrupadas a partir de um ou mais destes recortes. Há ainda uma breve análise de cada uma das obras com o objetivo de oferecer subsídio aos estudiosos da área.

Destaca-se ainda o valioso serviço que esta biblioteca digital presta a várias áreas do conhecimento, com destaque para a da história do livro, conforme as características da obra, dentre as quais destaca-se os seguintes aspectos:

1) 1ª. edição ou edição refundida com acréscimos e notas, sendo este o caso, por exemplo, dos Cantos Populares , de Sylvio Romero, e das Modernas Ideias da Litteratura Portugueza , de Theophilo Braga;

2) aperfeiçoamento das artes gráficas;

3) exemplar pouco conhecido e esgotado: Aos Monarchistas & Aventuras de Manoel João, de Afonso Celso ; Primeiro Livro de Latinidade, na tradução de Lucindo Pereira dos Santos; Compêndio de Litteratura (1898) , Satyras e espistolas, de Horácio, na tradução de Antonio Luiz de Seabra;

4) edição com ilustrações de artistas consagrados: A Queda d’Um Anjo , de Camilo Castelo Branco, com ilustrações de Condeixa, Heitor e Lallemand;

5) marginalia, prefácios, dedicatórias, marcações;

6) trajetória do volume: ex libris, doadores etc: A Filha do Arcediago , de Camilo Castelo Branco;

7) inventário da página de rosto: quais informações passaram a constar da página de rosto, em certos casos, como nos Extraits des Causeries de Lundis , com a apresentação dos organizadores: A. Pichon, Professeur de Rhétorique au Lycée Saint- Louis, e Leon Robert, Inspecteur General de l’Instruction Publique, informações que funcionam como carta de apresentação da obra;

8) história da casa editora & inventário das obras publicadas (contracapa ou última página), por exemplo: Garnier, Domingos de Magalhães Editor, Edições da Livraria Moderna; Livraria Nicolau Alves;

9) tipografias que, em parceria com as casas editor as, imprimiam os livros, como, por exemplo, Typographia de A. J. da Silva Teixeira, que imprimiu As Modernas Ideias da Litteratura Portugueza, de Theophilo Braga, sendo a Ernesto Chardron a editora;

10) história das bibliotecas da UNESP/Setor de Obras Raras, com mapeamento das áreas dos Cursos de Letras da UNESP que fazem parte desse inventário.

Do acervo digitalizado algumas obras, em especial as didáticas e de latinidades, se prestam a traçar a história da língua e literatura latina, do livro didático e da leitura, em Portugal e no Brasil.

Collections in this community

  • Literatura, Cultura e Política Brasileira - LCPB

    A edição/encadernação do panfleto Aos monarquistas e do romance Aventuras de Manuel João, de Afonso ...
  • Literatura, Cultura, Política Portuguesa - LCPP

    Áreas contempladas: educação (em Portugal e no Brasil, onde a obra talvez tenha sido adotada), literatura, teoria literária (a concepção de literatura a partir dos gêneros), poética clássica, literatura comparada (a pr ...
  • Literatura Francesa, Filosofia - LFF

    A digitalização das obras completas de Rousseau, na edição de 1832, atende às áreas da filosofia, literatura, em particular, a organização do cânone.
  • Literatura Inglesa - LI

    A digitalização das obras completas de lord Byron, na tradução de Benjamin Laroche, é ...
  • Literatura Latina, História - LLH

    A digitalização das Satyras e Epístolas de Horácio, traduzidas por Antonio Luiz de Seabra, em 1846 ...
  • Literatura Lusófona - LL

    O acervo digital de obras raras pertencentes à área de Literaturas de Língua Portuguesa, que integra o Programa “Preservação da Memória Social” da UNESP...